Riso

 

Riso hoje é experiência. Riso hoje é precipício. Riso hoje destrói o que destruirá, o que resta, o último fio. Riso hoje é nós comum, sopro, víscera, coração. Riso hoje. Riso.

 

RISO, uma peça de dança, cria lugar para uma materialidade do riso enquanto acontecimento no corpo.

Território fronteiriço aonde emergem e dançam variações de sentidos.

O que se passa nos corpos e no espaço quando o riso ri? 

O corpo, o riso, a dança, e o humor, encontrando nuances variadas e se afirmando também como movimento de resistência – existência.

“A graça emerge de uma fonte inesgotável, que excede e transborda os fluxos das relações humanas sem poder ser julgado. O riso é a última das dádivas”.

RISO, criação do núcleo key zetta e cia., parte do projeto Horizonte (20) contemplado pelo Programa de Fomento à Dança 20ª Edição/ Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. RISO foi um dos indicado são Prêmio APCA2017 na categoria espetáculo.

Direção: Key Sawao e Ricardo Iazzetta

Criação e Dança: Beratriz Sano, Carolina Minozzi, Key Sawao, Mauricio Florez e Ricardo Iazzetta.

Espaço Cênico e Coordenação de Arte: Hideki Matsuka

Encontros intensivos: Nadja Naira, Gustavo Miranda, Luiz Fuganti

Luz: Domingos Quintiliano

Design Gráfico: Erico Peretta e Hideki Matsuka (fotos)

Figurinos: Alex Cassimiro

Registro em Vídeo: Doctela

Montagem vídeo clipe: Henrique Cartaxo

Produção: Núcleo Corpo Rastreado

Riso 3